8 casos fascinantes e milagrosos da medicina



Muitos acreditam em milagres, outros acreditam em milagre e medicina e outros tantos acreditam apenas em medicina. E é isto que fazem de nós seres únicos, ter opinião sobre as coisas. O assunto deve ser discutido com sabedoria por todos, afinal cada um tem suas convicções e ninguém pode tirar o direito do outro e nem julgá-lo mais ou menos, inteligente ou não, por acreditar ou não acreditar! O mais importante é que o post de hoje sirva de inspiração ou simplesmente nos mostre o poder de recuperação, de luta pela vida e na fé que coisas boas sempre podem acontecer. Confira 8 casos fascinantes e milagrosos da medicina!

1 – Adolescente sobrevive 118 dias sem um coração


Uma garota de 14 anos chamada D’Zhana Simmons precisou de um transplante de coração. Para o desespero dela e de sua família complicações ocorreram e seu novo órgão não funcionava direito. Os médicos então se encontraram em uma sinuca pois não havia um novo coração disponível para o transplante e ela não podia ficar com o que havia recebido.

Foi então que eles implantaram duas bombas artificiais para manter o sangue circulando. O “coração artificial” é usado para auxiliar o funcionamento do coração orgânico e os médicos fizeram uma experiência ao manter a garota apenas com as bombas artificiais. Para a felicidade de todos D’Zhana ficou 118 dias sem um coração no peito até um novo órgão chegar. Ela fez o transplante e o procedimento foi um sucesso.

2 – Homem cego recupera a visão depois de ter um dente implantado em seu olho


O construtor britânico Martin Jones, de 42 anos, perdeu a visão em um acidente de trabalho. Dez anos depois um procedimento de ponta conseguiu devolver-lhe a visão. Os médicos utilizaram um pedaço de dente como suporte para lentes enxertadas de sua pele.

Ele perdeu a visão quando um tudo de alumínio explodiu na sua cara deixando 37% de seu corpo queimado, sendo que um de seus globos oculares havia sido removido. Os médicos usaram o dente (um canino) como suporte pois o corpo poderia rejeitar um similar de material plástico. A primeira pessoa que Martin queria ver era sua esposa, com quem era casado há 2 anos, quando já era cego.

3 – Mãe precisa escolher qual das gêmeas vai viver e as duas acabam vivas


Os médicos tinham uma péssima notícia para o casal Shannon e Mike Gimbel. Uma das bebês gêmeas que Shannon estava esperando estava drenando a outra através de vasos sanguíneos que compartilhavam. Por isso uma estava ficando muito fraca e se a mãe não escolhesse matá-la havia até 90% de chance de que uma ou as duas gêmeas acabassem falecendo.

Enquanto o casal decidia esta questão impossível, o Dr. Kent Heyborne propôs uma alternativa. Ele chamaria uma equipe de cirurgiões que faria um procedimento a laser dentro do útero de Shannon, cauterizando os vasos que as gêmeas dividiam, acabando com o problema. A cirurgia foi um sucesso e as irmãs Reese e McKenna nasceram dois meses depois.

4 – Rapaz decapitado ortopedicamente sobrevive


Um acidente de carro separou o crânio e as vértebras de Jordan Taylor. Não havia nenhuma ligação entre os ossos do pescoço e da cabeça dele, situação que é chamada de “decapitação ortopédica”. Segundo médicos as chances de sobrevivência eram de 1%.

Quando a notícia de seu acidente e de sua condição chegou a igreja frequentada pela família uma corrente de orações foi feita por outras congregações locais e nacionais dos EUA. Do lado da medicina os médicos colocaram uma placa de metal, parafusos e hastes de titânio para ligar sua cabeça e pescoço. Seja por um lado ou pelo outro três meses depois ele já estava frequentando a escola novamente.

5 – Paraplégico volta a andar depois de ser picado por aranha


Ao saber desta história me lembrei logo de Peter Parker, que ganhou super poderes após ser picado por uma aranha. David Blancarte perdeu os movimentos da cintura para baixo após um acidente de moto. Vinte anos depois uma aranha marrom o picou e ele voltou a andar.

A picada fez com que ele fosse levado ao hospital e depois a fisioterapia. Durante as sessões de fisioterapia a enfermeira notou que ele estava tendo espasmos em sua perna. Cinco dias depois ele estava andando. Infelizmente para ele poucos dias depois David foi preso por um mandato devido a abuso doméstico.

6 – O homem que caiu do 47° andar e está vivo


Alcides Moreno, 37, caiu do 47º andar de um prédio em Nova York agarrado à sua plataforma de lavagem de janelas. O acidente matou seu irmão, que trabalhava ao seu lado. O estado de Alcides era tão complexo que os médicos não puderam movê-lo para um centro cirúrgico, efetuando a cirurgia no próprio pronto-socorro, deixando-o em estado vegetativo durante quase três semanas.

Milagrosamente, no dia de Natal, ele mostrou sinais de consciência e começou a falar. Menos de um mês depois, teve alta e submeteu-se a 10 cirurgias ortopédicas, voltando à sua vida normal. Para termos uma noção do que aconteceu, Alcides sofreu inúmeras lesões na perna, na coluna, teve hemorragia cerebral e dez fraturas nos braços. Considerando que a taxa de mortalidade de quem cai do quarto andar de um prédio é de cerca de 50%, a sobrevivência de Moreno é um fenômeno espantoso.

7 – A modelo que sobreviveu após fratura no pescoço e costas


Katrina Burgess, 17, recebeu a notícia que nunca mais poderia andar novamente após sofrer uma acidente de carro, que deixou uma fratura no seu pescoço e costas. Mas, depois de receber 11 hastes metálicas, pinos e parafusos o suficiente para não passar em nenhum detector de segurança, Katrina foi contratada como modelo de uma agência.

Katrina salvou-se graças à qualificação dos profissionais que a atenderam. Os médicos inseriram uma vareta que ia do seu quadril até o joelho da perna esquerda. Dentro colocaram quatro pinos de titânio. A mais arriscada operação ocorreu uma semana depois. Eles inseriram seis varas horizontais para apoiar sua coluna vertebral. Uma semana depois, inseriram mais um parafuso de titânio no início da sua coluna para apoiar seu frágil pescoço quebrado. Alguns dias após a última cirurgia, ela já dava seus primeiros passos. Surpreendentemente, cinco meses após o acidente, a adolescente estava totalmente recuperada, sem precisar sequer de analgésicos.

8 – Criança que nasceu com terríveis deformações e ficou totalmente restaurada


Cody Hall é uma menina que nasceu com terríveis deformações. Passou por 18 cirurgias plásticas e hoje, com quinze anos é uma adolescente normal. Cody realizou a primeira cirurgia plástica em 1993 no Roosevelt Hospital em Nova Iorque. Com 4 anos de idade, já sem boa parte das manchas.


Cody Hall, hoje com 15 anos e 18 cirurgias plásticas. Foram gastos 190.000 dólares com as cirurgias.



Um comentário: